Saúde

Amputação de pênis no Brasil cresceu 1.604% nos últimos 14 anos

O Brasil é um dos campeões mundiais na incidência de câncer de pênis

De acordo com informações do Ministério da Saúde coletadas pela Sociedade Brasileira Urologia (SBU), nos últimos 14 anos a amputação de pênis no Brasil cresceu cerca de 1.604%, totalizando uma média de 515 procedimentos realizados a cada ano.

O principal causador da cirurgia é o câncer de pênis, que ocasionou 7,2 mil amputações nestes últimos 14 anos. “O Brasil é um dos campeões mundiais na incidência de câncer de pênis, o qual é facilmente evitável com a higiene íntima e tratamento da fimose. Infelizmente, a desinformação e a dificuldade de acesso à saúde fazem com que muitos homens tenham o órgão genital amputado e morram pelo tumor”, afirma o diretor da Escola Superior de Urologia, Ubirajara Barosso Jr.

As informações coletadas mostram que as regiões Sudeste e Nordeste foram as que registraram o maior número de casos do tumor. Respectivamente, as regiões diagnosticaram 3.162 e 2.574 pacientes. O Sudeste foi responsável por 2.872 casos de amputação, enquanto o Nordeste registrou 2.104, nos últimos 14 anos.

Porém, ao comparar o diagnóstico de câncer de pênis a cada 100 mil habitantes, o Nordeste ocupa o primeiro lugar com a incidência de 9,93, enquanto o Centro-Oeste fica logo atrás com uma taxa de 9,42.

No último ano, o Brasil registrou 1.791 casos de câncer de peniano, segundo Datasus, um número menor que o registrado nos últimos quatro anos. A SBU aponta que a baixa nos casos tem relação com a pandemia de Covid-19, que fez diversos homens deixarem de procurar especialistas médicos.

Mancha vermelha sobre imagem de homem segurando o pênis
Amputação de pênis no Brasil cresceu 1.604% nos últimos 14 anos. Imagem: staras/Shutterstock
“Infelizmente, apesar de sermos um dos países no mundo com maior incidência da doença, a desinformação ainda é muito grande. Muita gente sequer sabe que pênis também pode ter câncer e, mais, que pode ser prevenível com medidas relativamente simples”, lamenta Karin Anzolch, diretora de comunicação da SBU, ao afirmar que a desigualdade social pode aumentar o fator de risco.

O que causa o câncer de pênis?

Especialistas alertam que o tumor está ligado, principalmente, à falta de higienização do órgão genital. Entretanto, fimose, tabagismo e contaminação por HPV (papilomavírus humano) também podem influenciar no surgimento do tumor.

Se vacinar contra a HPV, utilizar preservativo durante as relações sexuais, higienizar corretamente o pênis e visitar o médico urologista são atitudes essenciais para prevenção do tumor.

O câncer de pênis se apresenta com alguns sinais que devem ser levados à sério, como: feridas que não cicatrizam, nódulos, secreções saindo pelo prepúcio, sangramentos na glande e coceiras. Ao notar qualquer sintoma, é necessário procurar um atendimento médico especializado.

Mostrar mais

Revelando São Carlos

O Site Revelando São Carlos prima pela qualidade de suas informações, pois considera importante qualificar as discussões nas suas áreas de maior abrangência, como política, noticias de São Carlos e região, economia, educação, assuntos de relevância social, etc, a fim de prestar o melhor serviço a nossos leitores.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios